9 de out de 2012

When are you free to take some tea with me?

| |


Querido John,

Porque você não responde ás minhas cartas e aos meus telefonemas? John, John, sinto sua falta! Lembra daquelas tardes que passávamos juntos, tomando chá e comendo seus biscoitos favoritos enquanto discutíamos sobre o mundo? E aqueles dias em que você me levava em seus lugares preferidos? As noites em que deitávamos na grama, sob o céu azul escuro iluminado somente pelas estrelas? Você lembra John? Que saudades que eu sinto de tudo isto, meu querido John.
A vida por aqui está pacata e escura. As luzes estão sempre apagadas e nem uma fagulha de luz ousa me iluminar. Quando você irá voltar para iluminar minha vida, John? O chá e o céu não são os mesmos sem você aqui. Como você pode me deixar desamparada neste lugar estranho? Tudo aqui é estranho e diferente John! Não que eu tenha mudado de cidade, não, eu não mudei. O mundo é que é estranho sem você aqui. 
Já estamos na primavera por aqui, John! Que estação do ano se passa ali? Queria que me ajudasse com as flores, com as tulipas vermelhas, principalmente. Lembra da afinidade que tinha com elas? Dos segredos jogados aos quatro ventos por você? Você agia como se elas pudessem te responder! 
E eu, por trás da cortina da sala, ria da cena hilária que se passava. Desculpe por nunca ter contado que espiava você por entre as leves cortinas floridas, não queria estragar seu momento de extrema sanidade mental.
Sei que já falei demais sobre mim, querido John. Fale-me sobre o que se passa por alí? Adoraria conhecer seu novo refúgio, seus novos hábitos e talvez, agora, poder tocar as estrelas com você. Você me daria uma estrela se a conseguisse pegar, John? Você conheceu pessoas novas? Talvez uma nova pessoa com quem você divida os segredos? Espero que não tenha esquecido de mim, querido. Você anda sempre aparecendo em meus sonhos, sinto como se olhasse o futuro e previsse o passado!
Espero que venha até aqui para tomar uma xícara de chá comigo, John. Sinto que estou cada vez mais perto de encontrá-lo, só me faltam motivação e uma pitada de coragem.                             
Apesar do abandono, eu continuo te amando muito, John.

Abraços apertados de saudades,
 Lucy

Logo após, a garota de olhos tão claros como os sóis de primavera, jogou o conteúdo de um pequeno vidro em seu chá e bebericou-o devagar.
As palavras "Seremos eternos, John" foram pronunciados pelos seus delicados lábios .
Não tardou a chegar o eclipse.

P.S.: Em homenagem á John Lennon, que hoje faria 72 anos. Querido John, sinto muito por você não estar aqui conosco. Obrigada pelas canções maravilhosas e por ter feito do mundo um lugar melhor.

0 comentários:

Postar um comentário

Antes, queria agradecer pela sua visita e seu comentário.
- Leia o post antes de comentar.
- Deleto comentários no estilo "Seguindo, segue de volta". Você pode deixar um comentário legal e elaborado e, no final divulgar seu link, que eu visitarei seu blog.
- Deleto comentários com xingamentos e insultos.
- Aceito dicas construtivas.

MyFreeCopyright.com Registered & Protected